história

Uma paisagem tropical à beira-mar

Imagine um terreno de 7.200m² de frente ao mar, tomado por areia, capim e animais peçonhentos, sem nenhuma área verde. Esse era o cenário de um espaço de frente ao mar em Ubatuba, em meados da década de 80, quando o arquiteto Paolo Rosenberg Colorni começou a construir sua pousada.


O mérito em transformar o local no que é atualmente, Paolo credita aos pássaros, que se encarregaram de semear pelo jardim: pitangueiras, aroeiras e outras plantas. Segundo ele, o ser humano foi coadjuvante nessa obra de reflorestamento, que teve a natureza como principal responsável.

Lagartos e diversos tipos de pássaros são hóspedes vips na Pousada Maranduba. Localizado em um local privilegiado na Praia de Maranduba, o maior desafio para o arquiteto foi projetar a obra sem que causasse qualquer dano ao meio ambiente, devido a sua proximidade do mar.


Conseguimos preservar a natureza e ainda colaborar, pois hoje no nosso espaço consegui reflorestar uma grande parte da área”, comentou Paolo.

Envolvido pelo jardim, o arquiteto projetou e construiu uma das mais privilegiadas pousadas do litoral norte, onde os hóspedes sentem-se em casa, em um local com mais de 2 mil m² de área construída.


Atualmente a pousada conta com 20 apartamentos, todos com banheiro, sala e terraço com vista para o mar, podendo comportar até quatro pessoas. Um lugar para desfrutar em meio à natureza junto com a família.


A construção foi feita inteiramente com tijolo à vista para entrar em harmonia com a paisagem; somente os interiores receberam um acabamento diferente.

O verde é visto em todos os pontos desta pousada pé na areia. Uma construção de bom gosto, onde de mãos dadas com a natureza o homem fez essa obra-prima.